23/10/2014

Cama de Amor

Esse travesseiro brega de fronha estampada que ilude minhas coxas todas...
Atrapalha depois que o calor se espalha 
E feito um corte fino me escapa
Descruzo as pernas e empurro a trouxa
Embolando a colcha
Caindo da cama
Que me engana
Sem sono pra me deter...

André Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário