09/12/2013

levante

Agora 
o vento forte em Raiz


Lambe que refresca tudo
Lambe que refresca tudo
Lambe que refresca tudo
Lambe que refresca tudo
Lambe que refresca tudo

Invade

portas e a janelas se arreganham
Um bando de madeira bate num baile de fecha e abres 


Tem um sopro, um assovio puro

Forte feito tudo, suspirando alto, o mais alto tom do sussurro
vem o vento do mato escuro 
segurando a luz dos topos de uma outra cidade


E se levantar,abrir os olhos

Terá no seu chão todas as estrelas espalhadas 



poderá:regozijar a vida e deitar vendo os

Pingos de luz cercados de azuis


E volta o levante

Vácuo gostoso do instante
Que prega o que tem em nós de brilhante
E nos leva avante!

@ndré Luz


Nenhum comentário:

Postar um comentário