24/09/2013

Vigésimo quarto dia de setembro, se bem me lembro...

O fim de tarde gostoso
Onde me mostro, me molho
E sinto a chuva derretida
lambendo o peito que tatuei uma ferida

O fim da tarde virou noite
Escuro brilho nas luzes, neon
Vejo num santo canto Novos amantes se beijando, 
escondidos sob o guarda-chuva o amor uiva, urra!
Movendo minha fé...
sonhando que tudo será melhor do que é!


André Luz Gonçalves

Nenhum comentário:

Postar um comentário