16/07/2013

Impressionante como tudo muda enquanto nada fica diferente.

André Luz Gonçalves


Nenhum comentário:

Postar um comentário