10/06/2013

(in)ventando ilusão, moral de hipócrita desaba quando a casa cai...


A moralidade é sempre um invento 
E nela moram todos, sujos descarados e os "limpos" 
Se afogam num falso mar de hipocrisia, em lindos goles marrons de conhaque
Onde puritano não passa de uma reles pensando ser mais esperta(o) que o tempo

E o engano passa a ser o grande acerto afinal, certeza é enganar se...
A coragem tem medo do romance, tem mentira cheirosa de verdade
O ego cego é bonde em ribanceira sem freio.
E o amar, alguém sabe dele?   

André Luz Gonçalves









Nenhum comentário:

Postar um comentário