03/01/2013

Desver

Quando disse que eu só tinha a ela
Disse que ela era como eu
Agora que como álcool evapora
E dor devora

Claro que o amor esvai 
Entre tanto desamor
A violência de perder
Sem saber o que

Bela feito a luz
Rasga a boca o féu 
Vocifera gemidos
Que esqueceu de soar

Mesmo sem clamor
Tento ser um céu
E penso infinto
Só ouço o meu grito




Nenhum comentário:

Postar um comentário