05/11/2012

Fogo único


Enquanto ela irrita,
Ele estupido cheiroso.
Depois que ela é nociva,
A briga ferida é florida.

Se espalha feito vacina,
Ferve e escorre,
Dos olhos sangue nas veias.
Pra essa raiva estranha,
Cheia de manha, cheia de manha.

E faz dois...
Duas bombas
Fogo único.


Nenhum comentário:

Postar um comentário