26/10/2012

Vasto Vazo


Quando disse que vinha,
De repente surtou meu sorriso
E quando não veio
Levou o bufão que me beijava.

Deixou um vaso cheio de dor;
Um corpo vendo estrelas;
O  violão, a cachaça do seu pai
E a vontade de vontade à vontade. 

Vou procurar meu sorriso
Dentro desse vazo
Acho,
Jogou lá para não guardar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário