25/07/2012

Esse é o caminho professores?

Venho trazer minha indignação com a classe de professores federais e o governo, o ministério da educação, que juntos, deixam meu filho sem estudo ha meses, aluno da IFRJ um garoto de 15 que não pode ir pra escola pois os professores em greve se recusam a trabalhar, o governos se recusa a negociar, mas meu filho é que perde o ano letivo, e vadiar é a unica opção dessa multidão de crianças no Brasil.

Tenho amigos professores, provavelmente alguns deve até fazer parte do movimento, que acredito ser justo, até o ponto de não f... com a vida de meu filho, que é brasileiro e tem direito ao ensino, assim como o professor tem direito a ter direitos.

Acredito que os grevistas deveriam ir diariamente manifestar ao invés de estar em sua casa, ir pra porta da escola, ir pra sede do poder publico, mas ficar de casa, esperando o milagre, indo a casa 15 dias numa assembléia decidir se continua ou não o marasmo, deixa tudo fedendo, fede governo, fede a educação e quem cheira mal é o qualidade intelectual da nação.

O poder do concursado é absurdo, tão nocivo quanto qualquer Cachoeira(com as devidas proporções), tão sem sentido quanto aos privilégios parlamentares proporcionalmente falando.

Pergunto aos mortais, se eu fizer greve aqui em meu trabalho, terei meu emprego?

Se cada cidadão trabalhador, decidir dessa forma reivindicar, teremos um bom país? Esse é o caminho professores?

Nenhum comentário:

Postar um comentário