18/12/2011

O Samba subiu meu morro cantando!



Voltei pro samba, como quem ganha abraço da saudade
Voltei ao delírio, de ver a passista voar no plataforma
Voltei a me encantar, com o pandeiro, o passista.
Voltei só pra ver a porta bandeira girando, não mais que baiana.

Voltei para meu lixo, luxo, meu orgulho, meu drama.
Voltei foi pros bambas, pois o dia ainda não clareou.
Voltei ao batuques, ao suor e cerveja, minha escola de coração

Voltei sim, como quem chega pedindo perdão
Voltei a ir em direção da minha paixão!

Me arrepia bateria, faz minha cuica chorar!


Nenhum comentário:

Postar um comentário