18/07/2011

O que meu eu assistia, dizia:

O que inspira a minha propensa poesia?

- Poesia se inspira no que normalmente não deveria, a brecha ao lado ralo, a falta de dentes da velha, ou o quadril da ninfa, o olhar da mãe, o rio sujo, a morte, o coração confuso das opiniões e conceitos, a poesia se inspira no tabu, no cheiro ruim do ralo, no perfume do tabaco, na droga pesada, mas a poesia também se inspira na flor, na pétala da rosa, no cheiro doce da mulher, nas unhas que se arranham, no lençol, no sexo, se inspira em tudo o que não se espera, mas que se reconheça.

- O amor eh uma raio de sentimento confuso, que se infiltra das ideias e nos outros pensares e nos faz, sem saber por quanto tempo, querer estar com quem ama mais que tudo, quase sempre junto.



Nenhum comentário:

Postar um comentário